P.S.: Estas dicas não substituem o tratamento individualizado com profissionais da saúde!